INÍCIO /// ACTUALIDADE
 
 
 
 
 
Equipas de Apoio de Retaguarda é dirigido a todos os associados maiores de 15 anos.
Artigo publicado a 2020-07-27 /// 1020 visualizações
 
Agrupamentos apoiam bombeiros em incêndios florestais
Através das Equipas de Apoio de Retaguarda (EAR) , o CNE presta um importante serviço de apoio, enquadrado nas ações da ANEPC.
No passado dia 17 de julho, durante a deflagração de um incêndio na zona de Arrabal, os escuteiros dos Agrupamentos Marinha Grande, Monte Real e Arrabal da região de Leiria-Fátima deram apoio de retaguarda aos Bombeiros a pedido do Serviço Municipal de Proteção Civil. Este apoio foi mantido até dia 19 de julho, data à qual se deu como inativo, e teve como principal função tinham a distribuição de refeições aos bombeiros no Salão Paroquial do Arrabal.

As Equipas de Apoio de Retaguarda (EAR) têm por base a experiência de alguns Agrupamentos no âmbito do apoio às diversas entidades e agentes de Proteção Civil nos mais diversos teatros de operações, nomeadamente aos bombeiros. Têm também como Missão a recolha e triagem de bens alimentares e outros, a montagem e gestão de campos de “desalojados” e o auxílio de evacuação e acompanhamento da população afetada.

Estas Equipas relacionam-se diretamente como o Comando das Operações, através do seu Oficial de Ligação e em especial com os Serviços Psicossociais, quando instalados.

Desta forma, é fundamental que a participação das Equipas, em qualquer tipo de Missão seja uniforme, seguindo o princípio que todos os órgãos do CNE tenham o mesmo "padrão de ação".

O convite para que os Agrupamentos constituam as suas Equipas de Apoio de Retaguarda é dirigido a todos os associados maiores de 15 anos.

Este é um "Projeto" da Secretaria Nacional para o Ambiente e Sustentabilidade, através do Departamento Nacional de Proteção Civil, que é quem gere e coordena este tipo de intervenções, sendo que o seu âmbito é nacional.

Texto e fotografia de: Departamento Nacional de Proteção Civil.
 
Bookmark and Share