INÍCIO /// REGIÕES
 
 
 
 
 
Esta é a já a 5ª edição do Projeto Rafiki.
Artigo publicado a 2019-10-04 /// 172 visualizações
 
Vila Real recebeu o Projeto Rafiki
O Projeto Rafiki rumou a Vila Real, mais concretamente a Mascoselo e Montes, aldeias que acolheram este ano a 5ªedição do projeto.
Em Montes, dedicámos um dia a estar com as pessoas, numa aldeia em que são apenas três os habitantes ao longo do ano, mas o nosso foco principal e contínuo ao longo da semana foi a aldeia de Mascoselo. Aqui instalámo-nos a maior parte da semana e integrámos a aldeia, participando nas tarefas e rotinas dos seus habitantes. Numa aldeia em que a população total não chegava aos 20 habitantes, uma população maioritariamente idosa, ex emigrantes e que têm vindo a regressar à sua terra natal nos últimos anos, a desconfiança inicial fez-se sentir mas rapidamente nos acolheram como parte da aldeia.

Dinamizámos uma noite de cinema ao ar livre, um almoço de pizza para toda a comunidade, celebrámos uma missa na capela antiga e abandonada da aldeia (que também limpámos e arranjámos), fizemos pão para cada idoso/família, limpámos terrenos, pastámos cabras... entre outros.

Acima de tudo, estivemos com as pessoas e este trabalho social era o mais importante e necessário naquele lugar; passar tempo com eles, ter a disposição de os ouvir e recordar com eles as suas histórias.

A população abriu-nos as suas casas, deram-nos o que tinham e o que não tinham e entre palavras e abraços, desfizeram-se em agradecimentos pela nossa presença ali. Mas no fundo, quem tem de agradecer somos nós. Foi uma semana extremamente gratificante, emocionante e uma despedida difícil.

Obrigado a cada um deles, por nos ter recebido, por ter partilhado connosco a sua história, por nos ter feito sentir em casa. Um agradecimento especial também ao Município de Vila Real, à Junta Regional de Vila Real e ao Agrupamento 1315, Campeã, pela disponibilidade que sempre demonstraram ao longo do ano, pelo interesse pelo projeto e pela forma como nos receberam.

Esperamos voltar em breve a estas aldeias e continuar a semear sorrisos pelas aldeias isoladas do nosso país.

Texto e fotografia de: Secretaria Regional de Comunicação e Imagem de Leiria-Fátima.
 
Bookmark and Share