INÍCIO /// ACTUALIDADE
 
 
 
 
 
O arranque do Rayde 100.
Artigo publicado a 2019-01-28 /// 1155 visualizações
 
Arranque do RaYde 100 em Manteigas
Arrancou ontem de Manteigas, na região da Guarda, o RaYde 100, uma iniciativa que percorrerá durante sete meses, num total de 54 dias de trajeto, mais de 2.000km por todas as 20 regiões.
O início a 27 de janeiro do RaYde 100 culminou com o fim da atividade de celebração do Dia de São Paulo em Manteigas, que juntou cerca de 100 caminheiros durante um fim-de-semana de serviço e reflexão, provenientes de cinco regiões: Guarda, Portalegre-Castelo-Branco, Beja, Évora e Santarém.

Nesta conformidade, o Chefe Nacional Ivo Faria esteve presente, relembrando a importância do escutismo local, referindo-se aos dois Agrupamentos de Manteigas (231 e 232) que acolheram as iniciativas, tendo oferecido a ambos uma bandeira nacional do CNE, mas dirigindo-se também aos caminheiros presentes, alguns dos quais que iriam também dar início a este RaYde 100, relembrando-lhes o seu papel na IV secção, bem como a importância que São Paulo e a sua conversão têm nos seus percursos.

Com efeito, os Agrupamentos de Manteigas, 231 - Santa Maria e 232 - São Pedro, deram início ao RaYde 100, tendo, respetivamente, partido em direção a Norte, até ao Mondeguinho, e a Sul, até ao Teixoso. Ambos os Agrupamentos, 116 - Seia e 153 - Teixoso, que, no fim da primeira etapa do RaYde 100, receberam o testemunho para continuar a percorrer Portugal, mostraram-se felizes e cheios de vontade de, no próximo fim-de-semana, continuarem a fazer caminho.

O RaYde 100 insere-se nas cerimónias comemorativas do centenário do caminheirismo e companheirismo e dá a possibilidade a todos os agrupamentos de participarem nesta grande atividade nacional, partindo do ponto mais alto de Portugal continental e "desaguando" em Aveiro, aquando do início do Rover 100, o acampamento nacional de Caminheiros e Companheiros.

Texto de: Joana Bacelar. Fotografia de: Francisco Lopes.
 
Bookmark and Share