INÍCIO /// REGIÕES
 
 
 
 
 
Gestos de esperança para o nosso planeta e para as futuras gerações!
Artigo publicado a 2018-12-20 /// 445 visualizações
 
"Planta-me", um gesto de esperança
No âmbito do dia da floresta autóctone, o Departamento Regional de Ambiente da região escutista de Leiria-Fátima, realizou a atividade "Planta-me".
Este ano, os agrupamentos de escuteiros foram convidados a semear bolotas provenientes da Quinta do Escuteiro - campo escutista de Leiria-Fátima; tendo recebido um kit com bolotas e instruções de como proceder à sua correta sementeira. Assim aconteceu em vários Agrupamentos, nomeadamente no do Arrabal, Bajouca, Bidoeira, Caranguejeira e Monte Real.

Em Minde, os Lobitos semearam vegetais comestíveis, para usar na cozinha das suas atividades. Os Exploradores plantaram uma pequena horta de ervas aromáticas na sede do Agrupamento. Já os Pioneiros plantaram uma árvore autóctone, uma azinheira, que tinha sido semeada no ano anterior. Também os Caminheiros, como forma de angariar fundos, foram apanhar a azeitona num olival que lhe foi cedido para apanha. A apanha da azeitona não ficou toda concluída, porque mais proprietários ofereceram a azeitona aos caminheiros.
Depois de levada ao lagar, espera-se a produção de cerca de 20 litros de azeite, que será depois engarrafado pelos caminheiros e vendido, simples ou aromatizado com ervas.

A missão que os Escuteiros do Agrupamento de Vieira de Leiria levaram a cabo, foi a de remoção da espécie invasora acácia-de-espigas (Acacia longifolia), no Talhão N.º 1, junto ao Ribeiro da Tábua, no Pinhal de Leiria.
Contaram com o apoio logístico da Junta de Freguesia de Vieira de Leiria e apoio técnico da Engenheira Margarida do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), que os ensinou e auxiliou no combate às espécies invasoras.

Desta forma conseguimos "deixar o mundo um pouco melhor" como Baden-Powell nos ensinou e cumprir o 6.º artigo, da Lei "o Escuta protege as plantas e os animais".

O Departamento Regional de Ambiente "orgulha-se do resultado desta atividade, sendo extremamente positivo pensarmos na quantidade de carvalhos e sobreiros que foram semeados pelos escuteiros da região, tendo sido assim cumprido o principal objetivo desta atividade. Estes são gestos de esperança para o nosso planeta e para as futuras gerações!"

Texto e fotografia de: Secretaria Regional da Comunicação e Imagem de Leiria-Fátima.
 
Bookmark and Share