INÍCIO /// ACTUALIDADE
 
 
 
 
 
O maior acampamento nacional de escuteiros marítimos de sempre.
Artigo publicado a 2018-08-04 /// 642 visualizações
 
Oceanos 2018 - Proteção dos mares no topo da lista
O Oceanos 2018 encerrou hoje. Ao longo da semana, os Escuteiros Marítimos acampados na Base Naval de Lisboa dividiram o seu tempo entre atividades náuticas e atividades de consciencialização ambiental.
Durante os sete dias do Acampamento Nacional de Escuteiros Marítimos, os cerca de 700 jovens passaram dezenas de horas na água: kayak, vela e outras atividades náuticas preencheram os dias dos jovens destes jovens. Além disso, o programa da atividade tinha lugar de destaque para a sustentabilidade e a proteção dos oceanos.

A Alcateia aprendeu sobre os elementos da Natureza e a necessidade de encontrar o equilíbrio natural. A segunda secção teve a oportunidade de aprender mais sobre os Oceanos com o apoio do Oceanário de Lisboa e sobre navegação, com o auxílio dos simuladores de navegação da Escola Naval. Já a Frota percorreu o Tejo, em 40 embarcações, em direção ao Montijo, onde limpou as praias da Base Aérea. Por fim, os Companheiros tiveram como ponto alto da sua semana a subida do rio Tejo e a visita à aldeia aviária de Póvoa de Santa Iria.

Na quinta-feira, dia 2 de agosto, o campo recebeu a visita especial do Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo.

O Secretário de Estado valorizou o método escutista e as suas práticas de educação não formal e agradeceu aos escuteiros, "olhos nos olhos", pela participação que estes têm na sociedade civil.
João Paulo Rebelo disse ainda perceber que os Escuteiros "estão absolutamente alinhados com os objetivos do desenvolvimento sustentável da agenda 2030 das Nações Unidas" e que, por isso, vê os Escuteiros como parceiros indiscutíveis na prossecução de objetivos de políticas públicas nacionais para a proteção do ambiente.

Em ano de recorde de participações, Fernando Lima, Coordenador Nacional do Escutismo Marítimo, destaca o enquadramento na Base Naval de Lisboa e o apoio da Marinha Portuguesa, bem como o suporte das Câmaras Municipais de Almada e do Seixal e também do Oceanário de Lisboa.

Consciencializar os jovens para o combate à poluição e para a sustentabilidade era um objetivo primordial e o Coordenador Nacional dos Marítimos afirma que foi positivamente atingido. A partilha de saber náutico e o espírito de partilha, bem como a parceria com a Marinha Portuguesa foram os pontos altos destacados por Fernando Lima.

O Oceanos 2018 decorreu de 28 de julho a 4 de agosto, na Base Naval de Lisboa, no Alfeite e contou com a participação de cerca de 700 Escuteiros Marítimos, sendo assim o maior Acampamento Nacional de Escuteiros Marítimos de sempre.

Texto de: Rita Oliveira. Fotografia de: Filipa Lopes.
 
Bookmark and Share