INÍCIO /// REGIÕES
 
 
 
 
 
Festa na diocese de Leiria-Fátima.
Artigo publicado a 2018-06-21 /// 474 visualizações
 
Escuteiros participam em festa diocesana
A caminhada dos 100 anos como diocese Leiria-Fátima é também a caminhada do CNE nesta diocese.
A restauração da Diocese de Leiria, agora de Leiria Fátima, é um marco de grande importância para a Igreja diocesana e para toda a região de Leiria-Fátima. A restauração aconteceu logo após as aparições de Nossa Senhora em Fátima, pelo que as comemorações não podem deixar de ser intensas, mas também consequentes.

A programação deste ano festivo a que o Bispo diocesano, António Marto nos convoca este ano, contou com vários eventos, não só a nível diocesano, mas também a nível local.

Os Escuteiros, para além da participação na Peregrinação Diocesana a Fátima, na Celebração do Corpo de Deus, na missa de ação de Graças pela restauração da diocese no dia 21 de janeiro, participaram intensamente nas paróquias nas várias iniciativas: semanas da diocese (nas paróquias); Peregrinações vicariais à Sé e outras iniciativas que materializaram posteriormente a Festa da Fé.

Na carta pastoral para 2017-2018, o Bispo diocesano, D. António Marto, apontou a Festa da Fé como o "culminar festivo da celebração do centenário da restauração da Diocese", e sublinhou a importância da "dimensão festiva para a vivência da fé e para a evangelização" de uma "Igreja em saída missionária".

Os Escuteiros, para além de estarem envolvidos na equipa organizadora da Festa da Fé, estiveram presentes e deram corpo a grande parte das dinâmicas da Festa da Fé. Destaco as seguintes:

- Nas paróquias, muitos agrupamentos e escuteiros se envolveram na construção das maquetes das igrejas paroquias que depois iriam ser expostas no grande mapa da Diocese patente no Largo do Papa Paulo VI e também na execução das bandeiras da Festa da Fé, testemunho que acompanhou as paróquias em todos os momentos festivos deste ano;

- Na Festa da Fé, organizando e participando nas dinâmicas da catequese / Escutismo que aconteceram por toda a cidade. No Sábado 16 de junho mais vocacionadas para crianças e no Domingo, dia 17 mais vocacionadas para adolescentes e jovens. A experiência organizativa, temática e de conteúdos própria dos escuteiros, marcou de forma vincada todas essas dinâmicas.

- Também na Festa da Fé, auxiliando e garantindo a logística que permitiu este evento: preparação de espaços, apoiando as dinâmicas, garantindo as movimentações, organização e segurança, etc...

O Escutismo Católico em Leiria surgiu em 1925, sete anos depois da restauração. Arrisco dizer que terá sido fruto do fulgor deste movimento de restauração.

O Assistente Regional que terá alicerçado na diocese este movimento Escutista Católico em Leiria, o Cónego Sebastião da Costa Brites, impregnado com valores que lhe são reconhecidos da humildade, do serviço, da simplicidade em que todos os escuteiros se revêm, iniciou com estes valores uma relação de pertença entre o movimento Escutista Católico e toda a Igreja diocesana.

Sentimos ainda hoje uma cumplicidade de mútua responsabilidade entre o CNE e todos os serviços e estruturas da Igreja Diocesana que começa com o carinho que sentimos da parte de todos os bispos diocesanos, salientando o atual Bispo, António Marto que sempre nos apoia e estimula a ir Mais Além.

Atesta esta cumplicidade o facto de grande parte do Clero Diocesano ser ou ter sido Escuteiro, deixando essa marca e característica também na ação pastoral que lideram nas suas paróquias e serviços a que presidem.

Portanto a caminhada destes 100 anos como diocese é também a caminhada do CNE nesta diocese. Falamos assim também de uma Festa do CNE aqui em Leiria.

Texto de: Pedro Ascenso. Fotografia de: Secretaria Regional de Comunicação e Imagem da Região de Leiria-Fátima.
 
Bookmark and Share