INÍCIO /// REGIÕES
 
 
 
 
 
Ações formativas em Brownsea com dirigentes de Viana do Castelo
Artigo publicado a 2017-10-27 /// 681 visualizações
 
Viana do Castelo em atividade internacional
51 dirigentes da região de Viana do Castelo, participaram na atividade internacional “de Brownsea a Gilwell – Meu canto à tua sombra renovei”, em Londres, Reino Unido.
Esta grande atividade permitiu aos participantes, a visita a alguns dos mais emblemáticos e importantes locais do Movimento Escutista Mundial: Giwell Park - campo escutista criado para a formação de dirigentes, situado na periferia da cidade de Londres, a Ilha de Brownsea, no sul do Reino Unido - local do primeiro acampamento da história do Escutismo, onde este grupo pernoitou, passando também pela Casa de Baden-Powell, bem no centro de Londres.

Com o objetivo de promover várias ações formativas junto dos dirigentes, esta atividade baseou-se nas dinâmicas do chamado “Código de Gilwell”, um conjunto de 12 fundamentos essenciais ao perfeito funcionamento do Escutismo e do desempenho dos Dirigentes: a Amizade, a humildade, o bom humor, o positivismo, as tradições, entre outras.

Ao longo dos quatro dias de atividade, o grupo esteve acompanhado por dois Assistentes de agrupamentos da Região: Pe. Cláudio Belo , agrupamento 787, Vitorino de Piães e o Pe. Xavier Moreira, agrupamento 537, Castelo do Neiva, promovendo um conjunto de reflecções e orações, culminando com uma celebração Eucarística na Igreja da Missão Italiana Scalabrini Fathers, na celebração para a Comunidade Portuguesa de Brixton, na periferia de Londres.

A homogeneidade demonstrada pelo grupo permitiu cumprir todo o guião estabelecido para esta atividade, cumprindo os objetivos ligados à formação Escutista e possibilitando uma descoberta pelos mais emblemáticos e marcantes monumentos de Londres, aproveitando todo o conhecimento de alguns dirigentes que encabeçaram a organização da atividade.

Para o Chefe Regional Manuel Vitorino, o objetivo principal desta atividade foi alcançado, traduzindo-se no “envolvimento dos participantes numa atividade de dimensão internacional, na dinamização da fraternidade Escutista e no acrescentar de laços de amizade, que permitem futuras colaborações na organização de novas atividades e projetos regionais, acrescentando valor à região Escutista de Viana do Castelo”.

Texto de: João Lima Abreu. Fotografia de: Junta Regional de Viana do Castelo.
 
Bookmark and Share