INÍCIO /// ACTUALIDADE
 
 
 
 
 
Pioneiros e Marinheiros são desafiados a dar resposta com divertimento e a frescura das águas à mistura.
Artigo publicado a 2017-08-01 /// 41 visualizações
 
Pioneiros vão a banhos no Porto de Abrigo
Junto dos seus amigos Ana Teresa, Kiko Fogueira, Pedro Águas e Maria Brisa, a 3.ª secção procurará inovar, dando o seu melhor para proteger o nosso precioso planeta, a nossa “Casa Comum”.
Os subcampos Ar, Terra, Fogo e Água irão a cada dia ser desafiados pelos vários elementos da natureza. Hoje foi a vez do subcampo Água passar o dia no Porto de Abrigo, junto à Barragem Marechal Carmona. Aí, no campo AKUAR e com o Pedro Águas, foram montadas 16 experiências, essencialmente aquáticas, muito divertidas e importantes para a consciencialização ambiental dos escuteiros participantes. Ao chegarem, as equipas receberam os cartões de jogo com as cinco atividades com que iriam ser desafiadas ao longo do dia, assim como todas as indicações de segurança devidas para que tudo corra pelo melhor.

Segundo o responsável pelo campo AKUAR, Pedro Ascenso, a designação deste campo resulta da própria união das palavras aqua e inovar espelhando o seu objetivo de estimular a inovação no âmbito da proteção dos meios aquáticos nesta nossa Casa Comum. Assim, cada jogo desenvolvido sensibiliza para um determinado problema do meio marinho ao qual Pioneiros e Marinheiros são desafiados a dar resposta com divertimento e a frescura das águas à mistura.

Procurando soluções para problemas como o degelo, a poluição dos mares ou o uso de materiais poluentes, o subcampo Água deixou-se refrescar com jogos desde o voleibol aquático ao stand up padle, da pista aquática aos matraquilhos humanos, do frisbee ao caiaque polo, entre muitos outros.

Pelo trabalho em equipa exigido, a construção da jangada foi das atividades mais desafiantes e, pela adrenalina, o grande escorrega foi uma das atrações mais cobiçadas pelos escuteiros presentes. A Iara Marques do Agrupamento 44 de Tomar disse entusiasmada ao sair do escorrega: “Ao subir estava cheia de medo mas depois foi muito fixe. Quando cais na água é um alívio. Quero ir outra vez!”

Todas as equipas tiveram ainda oportunidade de se banhar nas águas da lagoa, aproveitando para descansar, conviver e desfrutar da vista e do ambiente de alegria que se fez sentir.

Por fim, as equipas receberam pontuações no desafio final “Mostra o que sentes”: num momento de reflexão em equipa, os elementos conversaram e tiveram de retratar de forma criativa as aprendizagens adquiridas durante o dia sobre a preservação do meio ambiente e as atitudes que podem agora fazer diferente no futuro.

Para os próximos dias de Acanac, além do cansaço, que, como nos disseram, “faz parte das típicas atividades escutistas”, os Pioneiros e Marinheiros esperam criar novos laços, realizar atividades espetaculares e muita animação, diversão e felicidade.

Os elementos da equipa de Pioneiros do Agrupamento 641 de Beja sentiram que “o dia foi interessante”, pois fizeram “coisas novas” e de “forma diferente do que já tinham feito antes”. Esperam ainda que os próximos dias do Acanac lhes tragam mais aventuras como esta e “sentimentos que não consigo descrever”.

No final da tarde, todos os Pioneiros e Marinheiros presentes nesta atividade deixaram o Porto de Abrigo repleto de alegrias e sorrisos e deixaram ao Pedro Águas o seu compromisso de preservar o meio aquático de forma responsável.

Texto de: Ana Mano. Fotografia de: Inês Baptista.
 
Bookmark and Share